23 de abr de 2013

Com grafite, guache, pincel e Photoshop.

Ilustração com o tema "Hospício" para o projeto Sala 29.
Inspirada em uma fotografia de Robert Doisneau.


HENRI HÉRAUT, COLECIONADOR, 1950

"Em um local público, não importa qual, Henri Héraut parece pouco à vontade. Seu olhar borboleteia, sua dicção é precipitada, ele parece sempre prestes a fugir. O homem é completamente diferente em seu atelier da Rue du Moulin-de-Maine-Montparnasse. Ele parece protegido pela decoração que criou. Na parede, bonecas, bonecas que sofreram muito, bonecas carecas, bonecas nuas, bonecas em frangalhos. No meio do atelier, num buraco do assoalho, o que ele chama de rumba da boneca desconhecida: um arranjo desordenado de objetos la chegados depois de alguns rodeios, flores murchas, destroços de tudo quanto é tipo e, no meio, a boneca portadora de todas as misérias do mundo. Henri Héraut crê na forca do sonho, esse clima magico o inspira, sua pintura tem a delicadeza de uma fumaça, seus acordes de tom são muito sutis, seus personagens irreais de olhar bastante intenso nos deixam vagamente inquietos." 
Robert Doisneau 



Nenhum comentário:

Postar um comentário